Campanha arrecada R$ 13 mil em um dia para remover tatuagem da testa de jovem

O caso do adolescente de 17 anos que foi torturado ao ter a testa tatuada com a frase “eu sou ladrão e vacilão” comoveu a internet e, em menos de um dia, uma campanha criada em um site de financiamento coletivo já arrecadou mais de R$ 13 mil, que serão utilizados na remoção da tatuagem.

A meta é conseguir R$ 15 mil até o dia 30 de junho. A verba arrecadada ainda ajudará nos custos do processo judicial contra o torturador e nos cuidados psicológicos, além no tratamento contra a dependência química do garoto.

O jovem, que estava desaparecido desde o dia 31 de maio, foi encontrado por amigos no fim da tarde deste sábado, caminhando pela Estrada dos Casa, em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo. Depois de encontrado, o adolescente prestou depoimento no 3º Distrito Policial da cidade e já voltou para a casa da família.

Ronildo Moreira de Araujo, de 29 anos, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27, responsáveis por tatuar a frase, acusaram o garoto de roubar uma bicicleta de um homem sem perna. O jovem negou ter cometido qualquer furto. A dupla foi detida na madrugada deste sábado, em São Bernardo do Campo.

 

O tatuador, Maycon Wesley, e seu amigo, filmaram o momento da tortura. O vídeo foi divulgado nas redes sociais e viralizou nos últimos dias. De posse do vídeo, os familiares foram até o 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo para tentar localizar o jovem. A família disse à polícia que o adolescente é usuário de drogas e não estaria bem mentalmente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *