Chega de jejum: Tricolor admite necessidade de voltar a fazer gols

Apesar de quase 20 mil ingressos já terem sido vendidos para Bahia x Palmeiras, hoje, às 16h, na Fonte Nova, o técnico Jorginho quer ainda mais vozes na arquibancada. O treinador, que fará seu quinto jogo à frente do Bahia, fez um pedido aos torcedores tricolores.

“Eu, como jogador e treinador, sofria muito quando ia para lá. Torcedor, a gente precisa muito de você. Você é muito importante. Estou convocando todos vocês para fazer uma festa. Vamos enfrentar o melhor plantel, o atual campeão e melhor treinador”, explica.

 

Ciente de que o ataque tricolor abusa de perder gols, o volante Renê Júnior amenizou a situação e garantiu nova postura diante do atual campeão Brasileiro. “Começa por todo mundo, não é só o ataque. Nesses dois jogos, a bola não entrou, mas foram contra grandes defesas, assim como a nossa é. Mas dentro de casa, agora, vamos nos esforçar para conquistar um grande resultado”, garantiu.

 

Com os desfalques de Allione e Matheus Sales, que não podem atuar por pertencerem ao Palmeiras, e Edson, que foi expulso na rodada passada, Jorginho garante que não há motivo para desespero. “Temos bons jogadores, um banco que tem entrado e dado conta do recado. O Bahia tem futebol leve e muito competitivo”, analisa.

 

No jogo de hoje, é bom desapegar da superstição. No histórico de confronto entre as duas equipes, os paulistas levam a melhor. Na história do Campeonato Brasileiro, os dois times se enfrentaram 37 vezes, com 19 triunfos alviverdes, nove vitórias do Bahia e nove empates.

 

Enquanto o time paulista balançou as redes 45 vezes, o Bahia só marcou 27 gols.

 

O último duelo entre os dois times pelo Brasileirão aconteceu em novembro de 2014, quando o Bahia perdeu por 1×0 na Fonte Nova. Aliás, o Bahia não vence o Palmeiras em casa desde 1988.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *