Falôôôô: A Opinião de Jota Jota: CAMINHOS PARALELOS

No vitória, duas ações caminham paralelamente, em semana que podemos dizer ser decisiva no clube, a primeira trata-se das eleições para a presidência, devido a renúncia do presidente licenciado Ivã de Almeida, o pleito marcado para o dia 12 de dezembro, vem movimento toda a cúpula do time rubro negro, enquanto a comissão incumbida do pleito, cuida do edital e das regras para o mesmo, a princípio os sócios torcedores elegerão apenas o presidente, por enquanto apenas Manoel Matos, que fora vice-presidente de Raimundo Viana, e Ricardo David, que concorrera ao pleito passado, confirmaram candidaturas, mas é possível que novos nomes surjam até a quinta-feira, quando os dois primeiros candidatos, oficializarão suas chapas, revelando seus vices, acreditamos de que outros nomes, possam surgir. Quando falamos em revelar vices, é porque existe a probabilidade de que Agenor Gordilho, presidente em exercício, venha renunciar, vagando o cargo, aí as eleições seriam para presidente e vice. O segundo caminho, é a partida entre Vitoria e Flamengo, que definirá a permanência ou não do time na série A, por este motivo, para que nada atrapalhe os objetivos do time, Agenor Gordilho se manterá no cargo, até domingo à noite, ou no mais tardar segunda feira, e com qualquer que seja o resultado, deve apresentar a carta renúncia, ficando para a comissão eleitoral lançar um novo edital, ou fazer adendo ao já lançado, abrindo as eleições também para vice-presidente, mantendo-se a data do pleito. Como já dissemos, apenas na quinta-feira 30, as chapas serão conhecidas em sua totalidade, daí por diante, os candidatos terão 11 dias para fazerem suas campanhas, mostrarem seus projetos e planos de ações, visando buscar os votos de indecisos, e daqueles que fizeram parte da chapa Vitoria do Torcedor, e que não concordaram com a administração que elegeram, e este trabalho não será de todo fácil. Agora por ser eleição direta, pouco se sabe com relação à preferência do eleitor, as redes sociais, em pesquisas diversas, mostram que o torcedor de modo geral, tem opiniões e comentários divergentes, mas nem todos estão capacitados para exercerem o direito de voto, lista de sócios, a oficial no site do clube, mostra penas 2.601 adimplentes, os demais precisam regularizar suas situações, caso contrário, esta importante decisão de um clube centenário, será definida por menos de 10% dos sócios, isto mostra que a empresa que administra o SMV, que conseguiu pouco mais de 200 sócios, acabou perdendo mais de 2 mil, que deixaram de pagar, diria o matuto do interior, “além da queda, o coice”. Em meio a parafernália administrativa, a decisão de priorizar o jogo final da série A, com a necessidade de um triunfo, para que se possa em 2018, permanecer na elite do futebol, fora um dos poucos acertos da atual administração, e nesta empreitada, buscando sim votos dos sócios, os candidatos deverão estar alinhados com o objetivo, já se imagina o estacionamento, corredores e arquibancadas do Barradão, em cada um destes setores, um palanque para que os candidatos apresentem seus projetos, frente a frente com o sócio torcedor. O pleito do dia 12, é deverás importante, mas torcedor, o jogo diante do Flamengo é ponto chave, seu apoio nas arquibancadas será imprescindível, depois de garantida a série A, volte-se para as eleições, observe bem os projetos, e escolha seu candidato. #SÉRIE”A”@PRIORIDADE

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *