Falôôôô: A Opinião de Jota Jota: QUEREM TAPAR O SOL COM A PENEIRA?

Estamos vendo, ouvindo e lendo, a probabilidade do Conselho de Ética do Vitoria, expulsar do Conselho Deliberativo, o presidente do Conselho Fiscal Walter Tannus, acusando-o do vazamento da planilha financeira, que mostrou as mazelas da diretoria administrativa, e a farra do boi com o dinheiro da agremiação, salários de jogadores e etc. O caso está sendo esclarecido pela polícia, que ainda não deu parecer final às investigações, e a ação corre em segredo de justiça, a pedido do próprio Esporte Clube Vitoria, será porque desta solicitação? Não estou aqui defendendo e nem acusando as partes, primeiro porque faz-se necessário apurar, quem foi o autor das postagens nas redes sociais, isso sim é o crime maior, e foi mesmo o conselheiro propenso a expulsão, quem espalhou a coisa toda nas redes sociais? E porque o Conselho de Ética, busca apenas este fato, sem ter tomado as devidas providências, quando por ética imoral, ações fraudulentas como licitações e contratos absurdos, se gastou quase todas as finanças do clube? Vamos pegar um caso apenas, e encobrirmos os demais que ainda estão à baila, o que farão os senhores éticos conselheiros, com os artistas da pior administração do Vitoria, em todos estes anos, deixando o clube à mercê de críticas gozações, durante o primeiro semestre todo. Se vão colocar uma moral tardia na casa, tem que se começar pelo começo (redundância), comecem pela demissão de parentes de conselheiro de ética, funcionário do clube, e daí por diante, apurem os fatos e punam sim os culpados, sejam eles quem forem. Mais uma vez, volto a dizer, não estou aqui caçando as bruxas, mas a ética está longe de ser feita, apenas com a possível expulsão do presidente do Conselho Fiscal, antes do término da apuração policial, onde ninguém pode dizer nada, o segredo de justiça impede, e por falar nisso, pelo que sabemos Walter Tannus não é parte das investigações, os investigados são outros, se verdade só no final saberemos. Não entendo bem alguns interesses, que não estejam voltados para o clube, e sim para o favorecimento deste, ou daquele personagem dentro e fora da agremiação, enquanto isso o centenário clube da Barra, vive momentos de turbulência, sem que o atual timoneiro consiga retirar a nau da deriva em que se encontra. O tempo ficou mais calmo, a partir da recuperação do time em campo, principal razão da existência do Vitoria, mas a guerra ainda tem inúmeras batalhas pela frente, não adiante tentar tapar o sol com a peneira, apontando um fato, um acusado, para se encobrir as reais causas de uma administração nefasta, política, cabide de empregos e incompetente. Que se apure todos os erros, puna-se os culpados e devolvam a paz do Vitoria, sem benefícios próprios. #TAPAROSOLCOMAPENEORA@NÃO.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *