Falôôôô: A Opinião de Jota Jota: SEXTETO PAULISTA NO BA-VI

O maior clássico do norte e nordeste do Brasil, terá como comandante um árbitro FIFA, radicado na Federação Paulista de Futebol, com ele virão seus auxiliares, os adicionais e o quarto árbitro. Rafael Claus, já apitou um clássico baiano este ano, atuou na arena Fonte Nova, por ocasião do jogo de ida nas finais do certame estadual, quando Bahia e Vitoria ficaram no empate por um tento. Como em quase todos os clássicos, disputados entre os dois maiores clubes do estado, a polêmica de arbitragem vem à tona, os dirigentes e torcedores sempre se dizem prejudicados por erros dos árbitros, mas desta feita o paulista deu um show de arbitragem, saiu ileso sem ser contestado, claro que erros pequenos aconteceram, mas não que pudessem mudar o resultado do jogo, fora um árbitro tranquilo, e que cuidou muito bem do fator disciplina, evitando os burburinhos que haviam acontecido anteriormente, entre jogadores e comissão técnica dos dois lados. Rafael também dirigiu no dia 8 de junho, Vitoria 2, Atlético Mineiro 0, na sexta rodada do brasileiro, não se pode dizer que tudo transcorrerá às mil maravilhas, mas sua escalação dá uma tranquilidade inicial, clubes e torcida ficam um pouco mais tranquilos, embora algumas arbitragens, tenham deixado muito a desejar nestas dez primeiras rodadas, com times sendo claramente prejudicados, mas é esperar e ver o que acontecerá no Manoel Barradas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *