Goleiro de 17 anos morre após tentar defesa e levar bolada no estômago

O futebol viveu um momento triste neste final de semana. O goleiro Bruno Isaias Cañete, de 17 anos, da equipe sub-18 do Sport Colombia, do Paraguai, morreu depois de levar uma bolada no estômago durante partida da sua equipe contra o Cerro Corá.

Em entrevista à emissora de televisão Telefuturo, o pai do garoto, Christian Cañete, contou como tudo aconteceu.  “[Bruno] Recebeu a bolada ao fazer uma defesa. A sua última defesa. Se levantou e colocou a bola em jogo e caiu… 16 anos, Bruno Isaias Cañete”, explicou ele.

Não havia ambulância no estádio no momento do jogo. O pai do goleiro e o treinador do time, Alex Quintana, chegaram a tentar reanimar Bruno até a chegada do Corpo de Bombeiros, que demorou cerca de 40 minutos, mas não conseguiram.

“Espero que isso que aconteceu com meu filho sirva para que os dirigentes do futebol paraguaio levem  mais a sério o futuro do esporte. Porque futuro não é Cerro (Porteño) nem Olimpa, são as categorias de base. Que coloquem o empenho necessário, o que não colocaram”, disse. 

Um dos grandes ídolos do futebol paraguaio, o ex-goleiro Chilaver usou as redes sociais para lamentar a morte. “Não havia ambulâncias ou médicos em uma partida oficial da APF. Dirigentes corruptos que não se importam com a vida dos meninos”, publicou Chilavert.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *