Juíz derruba trecho de horário eleitoral de Alice Portugal

Um trecho do horário eleitoral da candidata a prefeita de Salvador, Alice Portugal (PCdoB), foi derrubado pelo juiz eleitoral Oséias Costa de Souza em decisão liminar. A parte proibida menciona uma entrevista concedida ao jornal A Tarde pela vice-prefeita Célia Sacramento (PPL), também postulante ao Executivo soteropolitano.
O jurídico do prefeito ACM Neto (DEM) alegou que a peça teve “afirmações caluniosas, difamatórias, injuriosas e fatos inverídicos contra o prefeito”. Alegaram também que os fatos abordados na propaganda da comunista foram desmentidos por Célia.
O descumprimento da liminar, além das consequências previstas na lei eleitoral, prevê multa diária de R$ 10 mil.
Ao impresso baiano, Célia colocou em suspeita as obras do bairro da Barra quando chegou a insinuar superfaturamento, cujo trecho foi usado por Alice na peça publicitária. No entando, ao Bocão News, a filiada do PPL negou que tinha dado a declaração ao jornal.
BRIGA Em menos de uma semana, essa é a segunda derrota de Alice na justiça. O jurídico de Neto, chefiado pelo advogado Adermi Ismerim, conseguiu a retirada de um post na página de campanha da comunista, no Facebook, que chamava ACM Neto de golpista, em referência ao processo de impeachment contra a presidente Dilma Rouseff (PT).
Via: Bocão News

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *