A lei deve ser para todos, diz Neto sobre Geddel

Um dia após a Polícia Federal (PF) encontrar R$ 51 milhões em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), aliado do peemedebista, não quis fazer julgamento precipitado. No entanto, disse que a lei deve valer para todos.O trabalho de contagem durou mais de 14 horas e sete máquinas foram usadas. Segundo a PF, esta é a maior apreensão de dinheiro em espécie da história.
 
“Eu acredito e confio na polícia e no poder judiciário. Espero que trabalhem rápido e as explicações sejam dadas sobre a origem e a propriedade dos recursos. A lei vale para todos”, disse durante entrega do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), no bairro da Mata Escura, na manhã desta quarta-feira (6).
 
A PF contabilizou cerca de R$ 42,6 milhões e US$ 2,7 milhões (R$ 8,4 milhões) nas malas apreendidas em um apartamento que seria utilizado como “bunker” pelo peemdebista no bairro da Graça. A apreensão aconteceu durante a Operação Tesouro Perdido, deflagrada na manhã desta terça (05). A ação é desdobramento de outra investigação, sobre fraudes em liberações de empréstimos na Caixa, a Cui Bono.
 
O ex-ministro de Michel Temer cumpre prisão domiciliar.
Bocão News
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *