Marinha abrirá inquérito para investigar incidente com catamarã

A Marinha do Brasil vai abrir um inquérito administrativo para investigar as causas, circunstancias e responsabilidades pelo incidente envolvendo o catamarã “Farol do Morro”, que se chocou com uma baleia na manhã desta segunda-feira, 11, na Baía de Todos-os-Santos, durante travessia entre Morro de São Paulo e Salvador. A informação foi divulgada, à tarde, por meio de nota do Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN).

Conforme o comunicado, a Marinha explica que, assim que foi acionado, o Serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Leste (Salvamar Leste), operado pelo Com2ºDN, enviou ao local do ocorrido o Navio-Patrulha “Guaratuba” e duas embarcações da Capitania dos Portos da Bahia para prestar apoio aos passageiros e tripulantes da embarcação que, com a batida, ficou com apenas um motor operando.

Ainda de acordo com a Marinha, o catamarã foi escoltado pelas embarcações até o Terminal Náutico de Salvador, onde os 26 passageiros desembarcarem, por volta das 13h.

Danos na estrutura

O catamarã Farol do Morro sofreu danos na estrutura após se chocar com uma baleia na Baía de Todos-os-Santos, durante a travessia entre Morro de São paulo e Salvador. Ninguém ficou ferido, mas os passageiros ficaram assustados e chegaram a usar coletes salva-vidas. 

O incidente aconteceu perto de Caixa Prego. A colisão deixou um dos motores da embarcação danificado, o que a obrigou a continuar navegando com apenas um motor. O impacto foi tão forte que abriu dois furos na embarcação.

Em decorrência dos danos causados, o catamarã passou a funcionar de forma mais devagar, atrasando o desembarque na capital baiana, que estava previsto para as 11h30. Por volta das 13h, a embarcação conseguiu chegar ao porto de Salvador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *