O MISTÉRIO DA FÉ: Dez curiosidades para você entender a celebração do Corpus Christi

A Igreja Católica celebra, em toda parte do mundo, nesta quinta-feira (15/6), a solenidade do Corpo e Sangue de Jesus Cristo ou, simplesmente, o Corpus Christi. “É o momento em que lembramos o dia que Cristo se doou para todos nós”, explica o padre da Arquidiocese de Salvador, Rosalvo dos Humildes.

O diocesano ressalta que a celebração eucarística evidencia o Corpo de Cristo que se tornou para os católicos um alimento que os fortalece em suas caminhadas. “Quando se come o Corpo de Cristo, você está em plena comunhão com ele nas atitudes. Não só, em palavras, mas em suas obras”, destaca o pároco da Igreja de São Lucas, que fica no bairro de Campinas de Pirajá.

 

Na capital baiana, além das programações próprias de cada paróquia, os fiéis participam de uma missa campal presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. Logo após a Celebração Eucarística, os fiéis seguem em procissão. Durante todo o percurso, Dom Murilo carregará o ostensório com o Santíssimo Sacramento, que representa o corpo de Cristo.

Para muita gente, até mesmo alguns católicos, existem ritos e definições do Corpus Christi que não são bem entendidos. Com o objetivo de esclarecer pontos importantes sobre o evento religioso, o Aratu Online levantou dez informações que podem ser úteis a esse entendimento.

Confira:

1. O significado do Corpus Christi

O termo Corpus Christi vem do latim e significa, como já foi mencionado, o Corpo de Cristo. É uma das festas mais tradicionais do catolicismo e sua fundamentação é simbolizada em um dos principais momentos da eucaristia litúrgica, pela Santa Comunhão. Sendo um sinal sensível do sacrifício de Cristo, quando o católico comunga, ele recebe Jesus como alimento de sua alma.

2. Quem pode comungar 

De acordo com os dogmas do catolicismo, todo o fiel que tenha sido iniciado na santíssima Eucaristia deve receber a sagrada comunhão, ao menos, uma vez por ano. No entanto, uma pessoa que estiver consciente de ter cometido pecado grave não deve comungar o Corpo do Senhor, sem fazer previamente a confissão sacramental.

3. A origem da celebração

A celebração foi originada no ano de 1243, em Liège, na Bélgica, quando a freira Juliana de Cornion teve visões de Cristo pedindo-lhe que fosse celebrada uma festa em honra do Santíssimo Sacramento.

Em 1230, ela confidenciou estas visões ao arcediago de Liège, que viria a ser o papa Urbano IV. Neste mesmo ano, a celebração do Corpo de Cristo passou a acontecer em Liège. Posteriormente, o papa Urbano IV, antes de falecer em 1264, instituiu a festa de Corpus Christi.

4. Definição da data

A data da festa é baseada no calendário lunar. Tradicionalmente o Corpus Christi acontece na primeira quinta-feira depois do domingo da Santíssima Trindade ou 60 dias após o domingo de Páscoa, podendo cair, assim, entre as datas de 21 de maio a 24 de junho.

5. Não é mais feriado

No Brasil, apesar de figurar em muitos calendários de mesa como um feriado, o dia de Corpus Christi é, no entanto, de acordo com as leis do país, um ponto facultativo. Segundo o padre Rosalvo, desde que o Estado laico foi instituído no país, o feriado foi abolido. Porém, na prática, ele continua acontecendo em quase todo território brasileiro.

6. O que representa a procissão

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus na sua peregrinação, em busca da terra prometida, ocasião em que é demonstrada, também, a adoração ao Santíssimo Sacramento. “É o momento em que é mostrado para todos que Jesus vive e está passando, abençoando aqueles que  o acompanha”,  enfatizou Rosalvo dos Humildes.

7. Tapetes temáticos 

Em muitas cidades históricas, portuguesas e brasileiras, é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. A serragem é utilizada em muitas dessas ornamentações. No Brasil, é uma prática frequente nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, entre outros.

8. Toalhas coloridas

É também uma tradição da festa, a colocação de toalhas coloridas nas janelas das casas que estão situadas ao longo do trecho percorrido pelos fiéis católicos durante a procissão eucarística. Em cidades mineiras do interior é uma prática bastante comum que embeleza esse momento da celebração. A histórica Ouro Preto é uma das que mantém o costume.

9. Salvador fez a primeira celebração do Brasil

No Brasil, a primeira manifestação pública de louvores à Eucaristia aconteceu na cidade de Salvador, no ano de sua fundação, em 1549. Portanto, a antiga capital federal e atual capital da Bahia foi palco da mais remota procissão e celebração do Corpus Christi em nosso país. O evento teria acontecido no Centro Antigo da cidade, de acordo com o padre Rosalvo.

10. Dom Murilo celebra missa campal no Terreiro de Jesus

Nesta quinta-feira, Dom Murilo Krieger presidirá a Missa campal, às 8h, em frente à Igreja São Pedro dos Clérigos, localizada no Terreiro de Jesus, Centro Histórico da cidade. Após a Celebração Eucarística, os fiéis sairão em procissão, passando pela Praça Municipal, Rua Carlos Gomes, até a praça do Campo Grande, onde será dada a bênção final. Durante todo o percurso, o arcebispo carregará o ostensório com o Santíssimo Sacramento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *