Rodoviários e PM discutem violência no transporte público em Salvador

Representantes de sindicatos de trabalhadores rodoviários de Salvador se reuniram com o coronel Paulo Uzêda, comandante de Operações da Polícia Militar, durante a tarde desta sexta-feira (2). Durante o encontro foi discutida a violência nos ônibus de Salvador.

Segundo os rodoviários, desde assaltos, vandalismo, queima de ônibus coletivos até homicídios fazem parte dos altos índices de violência nos coletivos que assusta e acomete mais de 70% da população de Salvador que utiliza este tipo de transporte. 

Além dos assaltos dentro dos ônibus, os rodoviários chamaram atenção da PM também para os roubos cometidos contra os trabalhadores da classe que são atacados durante a madrugada indo ou voltando do trabalho. 

Ainda conforme os rodoviários, o coronel Uzêda se comprometeu com as demandas trazidas pela categoria e alertou para a criação de um nova companhia no Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), que também dará apoio no combate a violência nos coletivos.                       
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *